sobre mim

 

profile pic

Desde pequeno fui um apaixonado por jogar e ver futebol, como a maioria dos miúdos no nosso país. Também coleccionava imagens e camisolas dos jogadores que me faziam sonhar na altura. Andava sempre com livros na mochila para além dos que me obrigavam a estudar. Uma Aventura, Harry Potter ou Calvin & Hobbes, para além das cadernetas de cromos que perpetuaram histórias inesquecíveis. Durante a adolescência no Colégio Moderno fui me convencendo que seria jornalista desportivo, aliando a paixão ao futebol com a escrita.

Terminei o liceu e segui para a Universidade Católica de Lisboa para cumprir o percurso que acreditava ter já sido definido. Passados alguns meses, ainda durante o primeiro semestre, acordo atribulado durante a noite, pego num caderno e começo a traçar outros cenários. A necessidade de justificar o meu livre arbítrio obrigou-me a comunicar à minha Mãe que “vou desistir da licenciatura e apostar na minha paixão pelo audio”.

Inscrevo-me na ETIC onde me enriqueço através do convívio com pessoas de diferentes backgrounds e onde a minha essência criativa se sentia mais abraçada por professores como Rui Miguel Abreu (Rimas e Batidas) ou Franciso Rebelo (Orelha Negra). No final tive direito a estágio na Btv, primeiro canal de clube em Portugal, e logo pelo qual o meu coração palpitou em criança. Depois do estágio veio a confirmação e o trabalho diário desde a abertura do canal fez-me aceitar desafios tão diferentes como trabalhar com agências de publicidade e de marketing, à produção de conteúdos para a Premier League, UFC ou trabalhar a auto-promoção do canal.

Com a estabilidade alcançada ao trabalhar para a maior marca do país, aproveitava o tempo disponível que tinha para crescer através da educação. Formações (Pro Tools 101, Universidade Católica do Porto), actualização de conhecimentos (Photoshop 101, FLAG e Gestão de Comunidades Online, Restart) e, por fim, a licenciatura (Publicidade e Marketing, ESCS). Os freelances em audiovisual surgiam pontualmente. Por me dedicar de corpo e alma aos projectos costumava sugerir algumas ideias na área da comunicação a esses clientes. As ideias eram bem recebidas e o convite para gerir as redes socias da SurfinPortugal e do atleta Luis Oliveira encaixaram que nem uma luva no meu crescimento na área da comunicação digital. Actualmente, orgulho-me de trabalhar com a Junta de Freguesia da Penha de França, neste âmbito.

Os livros e as letras nunca se conseguiram distanciar de mim. Com as viagens encontrei na bagagem o blogue “Descoolando”, e fora das quatro linhas mantive, durante um ano, os “Olhos na Bola” com o meu primo e jornalista desportivo. Mais recentemente, apostei na escrita de crónicas para o Público e para o Repórter Sombra. Durante o ano de 2020, juntei as minhas capacidades técnicas na área do audio com a curiosidade de fazer perguntas e sob o mote “as respostas não se guardam, partilham-se” criei o podcast “Dedo no Ar”.